PESQUISA

Participe da votação sobre os melhores canais de divulgação científica em português na internet.

domingo, 21 de novembro de 2010

Discutindo ciências palpiteiramente: leitor comenta (2)

Luiz Bento, do Discutindo Ecologia, respondeu à minha postagem nos comentários.

------------
Acho que o problema está em correr atrás deste estado. Não existe o "suficientemente bem informado" sobre o tema. A minha crítica principal está em focar nisso.

Se procurarmos este estado vamos cair no mesmo problema dos americanos. Qual conhecimento é o mais importante? Num mundo onde a tecnologia avança cada vez mais rápido estaríamos correndo atrás de algo que nunca alcançaríamos. Melhor seria que as pessoas fossem críticas e soubessem receber a informação e não absorver de forma direta.

Um exemplo interessante é em relação ao que nós da academia sentimos a ler um artigo de fora da nossa área específica de conhecimento. Nós não temos total base para discutir esses assuntos, mas sabemos onde procurar, a quem recorrer, um "sentimento" se aquela pesquisa está parecendo estranha demais ou que ainda faltam outros artigos para embasar. Temos uma visão crítica, independente da área que está sendo discutida.

Temos advogados para nos ajudarem a entender a complexa legislação. Engenheiros para montarem nossas casas. Porque o público comum precisaria ter um conhecimento tão vasto de todas as áreas da ciência? Acho que precisamos focar na formação crítica e menos no conteúdo. Isso é o que importa cada vez mais para mim.

Abraços.
------------

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails