PESQUISA

Participe da votação sobre os melhores canais de divulgação científica em português na internet.

quarta-feira, 2 de março de 2016

La mano de dios

A PLOS ONE é um periódico respeitado, o que torna a publicação de um artigo criacionista mais espantoso.

Detalhes do caso podem ser conferidos nos blogues abaixo (a lista deve crescer à medida em que eu souber de mais postagens):

.Pharyngula: The human hand is good at grasping. Therefore, God
.Nature/Research Highlights: Paper that says human hand was 'designed by Creator' sparks concern (não exatamente um blogue)*
.Um Longo Argumento: JEsUs One: a pseudo-ciência do design inteligente às portas da academia***

Publicado em 05.jan.2016 chamou a atenção de vários cientistas e divulgadores em 02.mar. Com a repercussão nas mídias sociais e, certamente, várias admoestações aos editores da revista, a equipe comunicou nos comentários ao artigo:

"A number of readers have concerns about sentences in the article that make references to a 'Creator'. The PLOS ONE editors apologize that this language was not addressed internally or by the Academic Editor during the evaluation of the manuscript. We are looking into the concerns raised about the article with priority and will take steps to correct the published record."
["Vários leitores apresentaram preocupações a respeito de sentenças no artigo que faz referências a um 'Criador'. Os editores da PLOS ONE pedem desculpas por essa linguagem não haver sido tratada internamente ou pelo Editor Acadêmico durante a evolução do manuscrito. Estamos observando as preocupações levantadas a respeito do artigo com prioridade e tomaremos providências para corrigir o registro publicado."]

Como a linguagem é a menor das preocupações, a revista teve que esclarecer que os procedimentos de averiguação do caso não se restringirão a isso.


A conclusão dos autores de que a coordenação fina dos movimentos das mãos em atividades cotidianas mostra um planejamento no design não se sustenta nos dados apresentados. É só o requentamento do velho argumento do relógio de Paley.O fato de haver uma coordenação fina não mostra um planejamento - ironicamente um dos autores da peça, respondendo à indagação de um leitor a respeito de onde exatamente o tal 'criador' entra na história, diz que a mão humana não encontra par em tentativas de reprodução por cientistas e engenheiros a despeito de seus melhoresroes esforços e, assim, haveria de ser um projeto de uma força superior.

Ou seja, como a mão humana não pode ser projetada, então tem que ter sido projetada...

Mas o problema é que a incapacidade de reprodução planejada por humanos não elimina a alternativa real ao planejamento: a evolução por seleção natural.

Afinal a coordenação fina é vantajosa para os humanos - os exemplos do uso cotidiano analisados no artigo são mostra disso: utilizamos ferramentas, seguramos objetos, usamo-as em ações de agressão e defesa... Muita dessa mobilidade está ausente em outros animais, mesmo os mais próximos, como chimpanzés. Um estudo meramente biomecânico não traz nenhuma informação sobre a herdabilidade ou não da habilidade manual; logo, é incapaz de dizer que uma dada característica não possa ser fruto da evolução por seleção natural.

É um mistério como isso acabou passando pelo sistema de controle de uma revista como a PLOS ONE e acabou publicada. Não dá para acreditar que nem o editor, nem os revisores não veriam isso no manuscrito. Alguma coisa tem aí. Resta saber o quê. Que a PLOS ONE investigue e esclareça o mais rápido possível. É a reputação dela em jogo. Do contrário, será um gol de mão - mas ao contrário do gol da vitória da seleção Argentina contra a Inglaterra na Copa de 1986, será contra e depois de haver tomado drible desconcertante do time adversário.

Upideite(03/mar/2016): Agora o primeiro autor alega que a palavra 'Creator' tem outro significado em chinês e que, atrapalhado com o inglês, usaram o termo errado para se referir à 'Nature'.
"We are sorry for drawing the debates about creationism. Our study has no relationship with creationism. English is not our native language. Our understanding of the word Creator was not actually as a native English speaker expected. Now we realized that we had misunderstood the word Creator. What we would like to express is that the biomechanical characteristic of tendious connective architecture between muscles and articulations is a proper design by the NATURE (result of evolution) to perform a multitude of daily grasping tasks. We will change the Creator to nature in the revised manuscript. We apologize for any troubles may have caused by this misunderstanding."
["Pedimos desculpas por levar ao debate sobre criacionismo. Nosso estudo não tem nenhuma relação com o criacionismo. O inglês não é nossa língua materna. Nossa compreensão da palavra Criador não é na verdade a esperada por um falante nativo do inglês. Percebemos agora que compreendemos erradamente a palavra Criador. O que gostaríamos de expressar é que a característica biomecânica da arquitetura conectiva tendinosa entre os músculos e as articulações é um design apropriado da NATUREZA (resultado da evolução) para desempenhar uma variedade de atividades diárias de agarramento. Mudaremos a palavra Criador por natureza no manuscrito revisado. Pedimos desculpas por qualquer problema que essa má interpretação tenha causado."]

A desculpa não tem muito sentido pois usam também o termo 'mistery' no texto. E na resposta dada em 15.fev a um dos leitores, o mesmo autor deixa bem claro o que significa esse 'Creator':
"As we know, human hand is an amazing instrument that can perform a multitude of functions, such as the power grasp and precision grasp of a vast array of objects, with ease and an absence of effort. Although expended great attempts by scientists and engineers, there is no artificial hand matching the amazing capacity of human hand. The origins of human hand remain unclear. It is too miraculous to let us think that human hand is the masterwork of Creator and indicates the mystery of nature. The further discussion about the Creator is indeed out of place in our article."
["Como sabemos, a mão humana é um instrumento maravilhoso e pode realizar uma variedade de funções, como a potência e a precisão do agarramento de uma ampla gama de objetos com facilidade e ausência de esforço. Embora grandes esforços tenham sido empregados por cientistas e engenheiros, não há nenhuma mão artificial que se equipare à maravilhosa capacidade da mão humana. As origens da mão humana permanece obscura. Ela é tão milagrosa a ponto de nos fazer pensar que a mão humana é a obra prima do Criador e indica o mistério da natureza. Uma discussão mais funda sobre o Criador, de fato, não tem lugar no nosso artigo."]

*Upideite(03/mar/2016): Adido a esta data. via Carlos Orsi e Rita Helena Bellinghini fb

Upideite(03/mar/2016): A equipe da PLOS adicionou o seguinte comentário ao artigo:
"The PLOS ONE editors have followed up on the concerns raised about this publication. We have completed an evaluation of the history of the submission and received advice from two experts in our editorial board. Our internal review and the advice we have received have confirmed the concerns about the article and revealed that the peer review process did not adequately evaluate several aspects of the work.

In light of the concerns identified, the PLOS ONE editors have decided to retract the article, the retraction is being processed and will be posted as soon as possible. We apologize for the errors and oversight leading to the publication of this paper."
["Os editores da PLOS ONE investigou as preocupações levantadas sobre esta publicação. Levamos a cabo uma avaliação do histórico da submissão e recebemos orientações de dois especialistas em nosso quadro editorial. Nossa revisão interna e os conselhos que recebemos confirmaram as preocupações sobre o artigo e revelaram que o processo de revisão por pares não avaliou adequadamente vários aspectos do trabalho.

À luz das preocupações identificadas, os editores da PLOS ONE decidiram cancelar o artigo, o cancelamento está em sendo processado e será publicado o mais rapidamente possível. Pedimos desculpas pelos erros e desatenção [problemas da] supervisão que levaram àna publicação deste artigo."]

**Upideite(03/mar/2016): adido a esta data.
***Upideite(04/mar/2016): adido a esta data.
Upideite(05/mar/2016): o cancelamento acaba de ser publicado oficialmente.
"Retraction

Following publication, readers raised concerns about language in the article that makes references to a 'Creator', and about the overall rationale and findings of the study.

Upon receiving these concerns, the PLOS ONE editors have carried out an evaluation of the manuscript and the pre-publication process, and they sought further advice on the work from experts in the editorial board. This evaluation confirmed concerns with the scientific rationale, presentation and language, which were not adequately addressed during peer review.

Consequently, the PLOS ONE editors consider that the work cannot be relied upon and retract this publication.

The editors apologize to readers for the inappropriate language in the article and the errors during the evaluation process."
["Retratação

Após a publicação, os leitores levantaram preocupações a respeito da linguagem do artigo que fazia referência a um 'Criador' e sobre a argumentação geral e os achados do estudo.

Com o recebimento dessas preocupações, os editores da PLOS ONE levaram a cabo uma avaliação do manuscrito e do processo pré-publicação, e buscaram mais orientações a respeito do trabalho com os especialistas do conselho editorial. Essa avaliação confirmou as preocupações com a argumentação científica, apresentação e linguagem, que não foi apontada adequadamente durante a revisão pelos pares.

Consequentemente, os editores da PLOS ONE consideram que o trabalho não é confiável e cancela sua publicação.

Os editores pedem desculpas aos leitores pela linguagem inapropriada no artigo e pelos erros durante o processo de avaliação."]
via Adelino de Santi Jr. fb.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails