PESQUISA

Participe da votação sobre os melhores canais de divulgação científica em português na internet.

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Yo no creo en brujas... 3

...pero en zombis...

A Nature fez uma compilação de 6 "zumbis" científicos - resultados ainda sem boas explicações e difíceis de se confirmar e de se refutar:

1) Padrões não-aleatórios de flutuações de temperatura na radiação cósmica de fundo;
2) Variações periódicas de sinais nos detetores de cristais de iodeto de sódio do projeto DAMA;
3) Excesso de raios gama emitidos pelo centro da Via Láctea;
4) Tamanho 4% menor do próton quando medido pela interação com múons;
5) Raios cósmicos ultra-energéticos;
6) Inconsistências entre as medidas da constante gravitacional universal G.

Em nov/2014, a National Geographic fez uma lista de 5 parasitas "zumbis" que alteram o comportamento de seus hospedeiros:

1) Larvas de vespas parasitóide costa-riquenha Hymenoepimecis argyraphaga fazem com que a aranha Leucauge argyra produza um casulo com sua seda onde a larva se desenvolve;
2) A vespa Ampulex compressa injeta veneno na cabeça da barata permitindo-lhe guiar a vítima pela antena até o ninho, onde deposita ovos no interior da vítima - as larvas eclodem alimentando-se da barata viva;
3) O tremátodo Dicrocoelium dendriticum infecta ruminantes como vacas e carneiros, em cujas fezes são excretados os ovos. Estes são ingeridos pelo caramujo Cochlicopa lubrica, as larvas eclodem e são regurgitadas pelo caramujo envolvidas em uma bola de muco. As larvas são ingeridas pelas formigas Formica fusca. Sob influência das larvas do tremátodo, as formigas escalam as folhas das gramas, sendo ingeridas pelos ruminantes, onde completam o ciclo;
4) Larvas do tremátodo Euhaplorchis californiensis saem de caramujos marinhos Cerithidea californica e infectam o peixe Fundulus parvipinnis. Com a química cerebral alterada, particularmente os níveis de serotonina e dopamina, o peixe passa a se contorcer e a saltar, atraindo atenção de aves piscívoras onde completam seu ciclo - os ovos são liberados nas fezes, devoradas pelos caramujos.
5) Larvas nematomorfas gordiídeas parasitam artrópodos como grilos e outros insetos, quando próximos a corpos d'água, sob manipulação dos parasitas, o hospedeiro pula na água, onde morre afogado, liberando a larva, que completa seu ciclo de vida no ambiente aquático. Não se sabe como os artrópodos são infectados.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails