PESQUISA

Participe da votação sobre os melhores canais de divulgação científica em português na internet.

terça-feira, 31 de março de 2009

Brendan Zietsch responde a Ruth de Aquino

Brendan Zietsch autor do estudo sobre irmãos gêmeos de homossexuais e sua atratividade às mulheres enviou a seguinte resposta:
Thanks for writing. I'm not sure what Ruth de Aquino is trying to say - she gives examples of research which she says is useless, but doesn't say why it's useless. Also, she obviously hasn't read the research she refers to (for example, my study is unrelated to kindness or sensibility) but relies only on misinterpretation of news reports.
Therefore, I don't find the article very interesting.
Thanks again for letting me know about this, and let me know if you have any questions about my research.
Cheers,
Brendan
[Obrigado por me escrever. Não estou certo sobre o que Ruth de Aquino está tentando dizer - ela dá exemplos de pesquisas que ela diz serem inúteis, mas não diz por que são inúteis. Além disso, ela obviamente não leu a pesquisa a que ela se refere (por exemplo, meu estudo não é relacionado à gentileza ou sensibilidade), mas se baseia apenas em interpretações errôneas de reportagens noticiosas.
Assim, não acho o artigo muito interessante.
Mais uma vez agradeço por me avisar sobre isso e avise-me se tiver mais alguma questão sobre minha pesquisa.
Cumprimentos.]
Retornei pedindo ao Dr. Zietsch comentar a questão do preconceito, uma vez que Aquino em resposta a um dos comentários disse: "não é preconceituosa uma pesquisa que diz que irmãos de homossexuais são mais atraentes e transam mais do que irmãos de heterossexuais?" (aqui). Zietsch teve a paciência de me responder o seguinte:
Firstly, I would say that our research is not at all prejudicial - I can't see in what sense it could be. Secondly, there is an obvious purpose for our research. Briefly:
Sexual orientation is known to have a genetic basis. How then could homosexuality, which lowers reproductive success, have evolved?
This 'Darwinian paradox' has confounded scientists. One possible explanation is that genes predisposing to homosexuality actually increase mating success in when those genes are carried in heterosexuals. Our study tests that hypothesis using genetic modelling of data from identical and nonidentical twin pairs. We show that [brothers of] psychologically masculine females and feminine men are (a) more likely to be nonheterosexual but (b), when heterosexual, have more opposite-sex sexual partners. With statistical modelling of the twin data, we show that both these relationships are partly due to pleiotropic genetic influences common to each trait. We also find a trend for heterosexuals with a nonheterosexual twin to have more opposite-sex partners than do heterosexual twin pairs. Taken together, these results suggest that genes predisposing to homosexuality may confer a mating advantage in heterosexuals, which could help explain the evolution and maintenance of homosexuality in the population.
Thanks
Brendan
[Antes de mais nada, diria que nossa pesquisa não tem nada de preconceituosa - não consigo ver em que sentido ela poderia ser. Em segundo lugar, há um propósito óbvio em nossa pesquisa. Em resumo: Sabe-se que a orientação sexual tem uma base genética. Como então a homossexualidade, que diminui o sucesso reprodutivo, evoluiu?
Este 'paradoxo darwiniano' tem intrigado os cientistas. Uma possível explicação é que os genes predispondo à homossexualidade na verdade aumentam as chances de sucesso de encontrar parceiros sexuais quando esses genes são portados por heterossexuais. Nosso estudo testa essa hipótese usando modelagem genética de dados de pares de gêmeos idênticos e não-idênticos. Nós mostramos que (irmãos) de mulheres psicologicamente masculinas e de homens psicologicamente femininos são (a) mais propensos a serem não-heterossexuais, mas (b), quando heterossexuais, têm mais parceiros sexuais do sexo oposto. Com a modelagem estatística dos dados de gêmeos, mostramos que essas duas relações se devem, em parte, a influências genéticas pleiotrópicas comuns a ambas as características. Nós também encontramos uma tendência de heterossexuais com um gêmeo não-heterossexual terem mais parceiros do sexo oposto do que pares de gêmeos heterosseuais. Tomados em conjunto, esses resultados sugerem que genes predispondo à homossexualidade podem conferir uma vantagem de encontrar parceiros sexuais quando em heterossexuais, o que pode explicar a evolução e manutenção da homossexualidade na população.
Obrigado.]

Um comentário:

André disse...

Muito bom saber de algumas coisas, vou tentar me aprofundar um pouco mais sobre as pesquisas de Zietsch, estou tentando buscar conhecimento na área evolutiva porém estou um pouco no começo, tudo que conheço da parte técnia advém de meu estudo colegial, se puder me ajudar a iniciar esse processo de conhecimento do iniciante para o intermediário agradeço desde já, o_siciliano@msn.com é meu e-mail

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails