PESQUISA

Participe da votação sobre os melhores canais de divulgação científica em português na internet.

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Plágio?

O tema levantado por Eduardo Geraque da Folha (o artigo pode ser lido no blogue do Nassif) está a toda. Rafael Soares do RNAm já comentou, Marcelo Leite do Ciência em Dia também, Osame Kinouchi no Senciência (não confundir com Semciência) levanta uma série de questões. A Reitoria da USP divulgou nota. (Vários outros órgãos da imprensa também deram destaque ao caso, como o G1, o R7, iG... e toda a sopa de letrinhas internéticas.)

Eu, como de costume, não irei comentar no calor dos acontecimentos: há muito espaço para prejulgamentos - que, em geral, é mau conselheiro. Apurem-se os responsáveis e as devidas (e justas) sanções sejam aplicadas, bem como contramedidas efetivas para que os erros não se repitam.

Sem julgar pessoas, comento apenas o óbvio: as fotos são sim as *mesmas* - apenas que as do artigo de Sant'Ana et al. 2008 são um recorte das de Rosa et al. 2003 - e, como noticiado, não há menção da fonte original no artigo de Sant'Ana et al. 2008. Plágio? Sim. Plágio. Tecnicamente é um plágio. Se intencional, é um delito ético de grande monta.

Mas, eu e minhas idiossincrasias, noto um problema mais grave. Na legenda do artigo original (de Rosa e colaboradores), as fotos são atribuídas a Leishmania amazonensis (tratadas com óleo de Croton cajucara - caá-juçara e outras denominações populares) Já no artigo de Sant'Ana e colegas, as mesmas fotos - '3.A' a '3.C' (correspondentes às imagens '3.A', '3.D' e '3.E' de Rosa et al.)- são atribuídas a Trypanosoma cruzi (tratados com uma proteína extraída do veneno de Bothrops jararaca - sim, de jararaca). Isso introduz um *erro* factual, uma informação falsa. (Sim, erro de autoria também é um erro de informação, mas aqui é um erro quanto a um dado científico.) Isto é, se houve intenção por parte de alguém, teremos um caso de fraude.


Repito, analiso apenas as consequências potenciais, não quero aqui fazer prejulgamentos. Até prova em contrário, os erros - que existem e não se pode negá-los -, serão de natureza involuntária.

Upideite(05/nov/2009): O texto do RNAm foi atualizado enquanto eu produzia esta postagem. Lá consta também a observação em relação à troca das informações sobre a espécie a que as fotos se referem.
Upideite(05/nov/2009): O que torna a história mais complicada é que não formaforam apenas fotos, mas dois trechos do texto também foram plagiados.
Upideite(05/nov/2009):Em verde, o original de Rosa et al., em vermelho, a cópia de Sant'Ana et al.
"Untreated and treated (15.0 ng of essential oil per ml) promastigotes were observed by transmission electron microscopy, and photomicrographs of the promastigotes are shown in Fig. 3A to E, which show promastigotes with different degrees of damage. Disruption of flagellar membranes, mitochondrial swelling, and gross alterations in the organization of the nuclear and kinetoplast chromatins were detected. After 30 min in the presence of essential oil the parasites were completely destroyed." (p. 1898)
"Mitochondrial swelling and important alterations in the organization of the nuclear and kinetoplast chromatins were observed by electron microscopy when L. amazonensis parasites were treated for 20 to 30 min with 15.0 ng of essential oil from C. cajucara per ml (Fig. 3). " (p. 1900)
"Untreated and treated promastigotes (L. amazonensis) and epimastigotes (T. cruzi) were observed by transmission electron microscopy. Photomicrographs of the promastigotes with different degrees of damage are shown in Fig. 3. For treated T. cruzi with BjarLAAO-I, disruption of flagellar membranes, mitochondrial swelling and gross alterations in the organization of the nuclear and kinetoplast chromatins were detected. After 24 h in the presence of 15 μg of BjarLAAO-I, the parasites were completely destroyed (Fig. 3A–C). Mitochondrial swelling and important alterations in the organization of the nuclear and kinetoplast chromatins were observed by electron microscopy when L. amazonensis parasites were treated with 5.0 μg/ml of BjarLAAO-I (Fig. 3D and E)." (p. 283/6)

5 comentários:

Osame Kinouchi disse...

Quais são os trechos plagiados? Qual a extensão deles?

Fiz um update mais calmo no SEMCIêNCIA (com cópia para o Senciência).

Mas é melhor ler no SEMCIÊNCIA, pois ainda não domino o WORDPRESS.

http://comciencias.blogspot.com/2009/11/sobre-o-plagio-no-paper-da-usp-onde.html

Urariano Mota disse...

Ver "Um caso de corrupção acadêmica",
http://www.vermelho.org.br/coluna.php?id_coluna_texto=3792&id_coluna=93
e "Outro caso de corrupção acadêmica",
http://www.vermelho.org.br/coluna.php?id_coluna_texto=3805&id_coluna=93

none disse...

Salve, Mota,

Muito grato pela visita.

Sim, infelizmente há bastante desses casos escabrosos.

Isso ataca o âmago da essência do processo científico: a honestidade e transparência (sem falar no rigor). Chega a ser desasperador.

[]s,

Roberto Takata

Andréia Festucci disse...

Olá Pessoal

Brasil:

Fiquei feliz por ver que a COmunidade está aberta para esse tipo de fraude.

Há anos tento levantar suspeitas com a pesquisa cientifica.

Jamais houve tanto resultado antes dessa Luz apontada aos olhos da população.

Mas será que esse tipo de fraude - clonagem - exerce apenas influência na Comunidade Cientifica - pergunto.

Por que não se estuda a possibilidade de estar desviando a Verba Destinada de convenios CApes e Fapesp - pergunto...

E quais empresas foram licitadas a fazerem o orçamento de prestação de conta - pergunto.

Precisamos cobrar isso! Porque afora a lesão moral e a corrupção ética da sociedade -
torcida a imagem da cultura Brasileira - passamos a ser uma fachada - pela distancia que estatisticamente é considerativa pelo isolamento cultural.

Será que o Conhecimento será a Vanguarda da Corrupção.

E as máscaras de Ferro do analfabetismo irá nos vendar a Informação....

E hoje: pela distancia da cultura: somos abordados com reportagens e noticiários que nos deixa confortados - pela aplicação da verba pública que se justifica com fraude.

Mostra A Cara Brasil.

Quem tem interesse de buscar a outra face desse retrato social científico, peço a gentileza de contactar através de e-mail.

andreiafestucci@hotmail.com

Vamos nos Unir!

Força Brasil.

none disse...

Oi, Festucci,

Grato pela visita e comentário.

Hmmm, eu acho bastante forte a afirmação de que "o conhecimento será a vanguarda da corrupção".

Infelizmente há bastante casos de fraudes. E elas devem ser coibidas.

Mas só com o conhecimento poderemos desenvolver meios mais eficazes de se coibir fraudes.

[]s

Roberto Takata

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails